Boletim – 829/11

* Sumário do boletim DFJUG # 829 enviado para 52.332 desenvolvedores Java
* Segundo dia do Encontro Oracle dos lideres dos Grupos de Usuários de 2011
* DFJUG alcançou a marca de 1000 seguidores no Twitter
*****************************************************************************/

Hoje 25.353 alunos participam dos cursos JEDI – www.dfjug.org/DFJUG/jedi/index.jsp

__| Segundo dia do Encontro Oracle dos lideres dos Grupos de Usuários de 2011 |__
No grande auditório onde todos se congregam, aqui na sede da Oracle, tivemos apresentações de experiencias de vários grupos de usuários, como da Finlândia e do recém fundado grupo Oracle da América latina, que é coordenado por um brasileiro.

De volta a sala dos Javaneses, Patrick Curran nos deu uma aula de como funciona o JCP, Java Community Process, como funciona o processo de ter seu nome aceito para este grupo e como ter sua ideia implementada na próxima versão de Java. Como ele disse, é um processo que toma tempo, é politico e burocrático

A Margo, responsável pelo JavaOne foi a próxima apresentadora, perguntando qual nossa opinião do que deveria ser o próximo JavaOne. Nos dissemos mas, primeiro a coitada levou pedrada de todo mundo, pois todos reclamaram do JavaOne de 2010, que foi junto com o evento da Oracle e isto, definitivamente nos não aceitamos mais. Vários vice-presidentes na sala nos olhando e sussurrando Creio que não esperavam uma reação tao forte da comunidade. Bom, pelo menos isto ficou tao claro que ela disse que isto nao iria acontecer mais e, em 2012 sera’ competamente separado do evento da Oracle. Veremos.

Transparência:
Quatro vice-presidentes liderados por Steve Harris, representando o lado politico, administrativo e tecnico da empresa. Espaco aberto para perguntas e respostas que gostariamos de fazer mas nunca tivemos oportunidade e de repente colocam qautro vice-presidentes para responde-las Foi uma boa oportunidade nao para ver os produtos que sairao mas o que pensam estas pessoas que estao definindo o futuro de Java. Em outras palavras o que eles estao pensando naquilo que vai implicar na MINHA/SUA vida como profissional da area, nos proximos anos. Para ser franco, nos meus mais de dez anos experiencia nunca havia visto tanta preocupacao com a comunidade dentro da defunta Sun Microsystems, somente vivi isto na Microsoft, quando participei de um evento similar, alguns anos atras em Seattle.

O engracado de tudo e’ que todos reclamam dos advogados. Todos tem projetos fantasticos para lancar mas tem que lutar internamente para conseguir solta-los por causa do licenciamento cruzado, o que faz a festa dos advogados e toma as vezes anos para conseguir liberacao de uma solucao pronta.

Minha opiniao pode nao refletir corretamente o que esta’ acontecendo aqui. Para que voces tenham uma outra visao, algo diferente do que eu observo aqui, visitem tambem os comentarios do Arun Gupta em blogs.sun.com/arungupta (em ingles).

Almoco

Unconference.
Os holandes do NLJUG trouxeram uma ideia genial. Em paralelo ao evento, nos horarios livres, como os intervalos para almoco, acontecem as “desconferecencias”. Durante uma semana que antecedeu este encontro, na lista dos Java Champions foi solicitado que cada um sugerisse um tema, que tivesse te incomodando ou curioso para discutir. No primeiro dia do evento houve uma votacao para escolher os dez mais importantes. Pregaram numa parede os titulos e cada um que passava podia votar em tres. Os mais votados foram selecionados e as desconferencias estao acontecendo e sao BEM participativas, pois todos sao convidados a falar, interromper, discutir, concordar na hora que quiserem. Uma boa ideia para os nossos encontros mensais.

Participei da desconferencia sobre o futuro do javaOne, algumas conclusoes dos JUG leaders (o que nao quer dizer que e’ a opiniao da Oracle) ‘e que o JjavaOne deve voltar a completamente separado do evento do Oracle Open World, e que o Larry Alisson deve participar, para mostrar para o mundo o compromisso da Oracle com a plataforma Java, como algo de importancia estrategica para a companhia. Deve existir uma decalagem de seis meses entre o JavaOne (nos Estados Unidos) e o Devoxx que acontece na Europa, para evitar choque. A discussao mais debatida e’ se deve continuar em San Francisco, como sempre foi. Outras opcoes citadas seriam Las Vegas e Chicago, entre varias mensionadas. Uma das maiores criticas do ultimo JavaOne foi que o Moscone foi ocupado pelo pessoal da Oracle e o JavaOne foi espalhado entre varios hoteis que o cercam e ficou muito dificil de ter um espaco para compartilhar. Alguns disseram que so’ viram os colegas no primeiro dia e so’ os voltaram a encontrar dias depois. Com isto o mais importante do javaOne, que e’ o compartilhamento de conhecimento ficou comprometido e o evento ficou pobre. Tres mil presentes contra os vinte mil que vonham todos os anos.

Portanto, na minha opiniao, e’ importante ter o JavaOne em um unico local. Outro tema discutido foi que a qualidade dos palestrantes define o sucesso (ou nao) do evento. Portanto, o envolvimento dos Java Champions, ajudando na deficicao da qualidade dos palestrantes e’ fundamentel, assim como aconteceu no JavaOne Brasil e funcionou muito bem, pois tivemos voz ativa e participamos da definicao do evento.

A parte da tarde foi dedicada a entender como funciona o OTN (Oracle Technology Network) e o novo sitio que foi criado para os grupos de usuarios, dentro do https://dfjug.dev.java.net/

Hinkmond Wong, membro principal do grupo tecnico do grupo Java embarcado, repetiu alguns dados que ja’ sao de amplo conhecimento, como :
5 bilhoes SIM cards, como os cartoes VISA que voce tem no seu bolso;
3 bilhoes de celulares;
80 milhoes de dispositivos para TV, como o setup box Ginja_J brasileiro;
e 100% de todos os aparelhos de Blu-ray .

O futuro da ME: adotar o JDK 1.6, maior compatibilidade entre CDC e CLDC e estender as APIs disponiveis. Atualizacoes sincronizadas entre a linguagem Java, a JVM e o JRE.

A ideia que estao querendo implementar para as novas versoes (daqui a um ano e meio) e’ acabar com os tres modelos de Java: ME, SE e EE e ter uma unica versao que escala de acordo com as suas necessidades, de forma a melhor administrar as otimizacoes de memoria que se fizerem necessarias. Finalmente ele mostrou uma a proposta de uma arquitetura envolvendo Java ME e Web. Bastante radical.

Terminada as secoes da tarde, fomos fazer um tour no complexo da Oracle. Como era final da tarde, tiramos belas fotos do por do sol contra o lago e os predios prateados, que são a marca registrada da empresa. Visitamos os laboratorios chamados de “experiencia usuario”, que e’ um passo alem do tradicional interface usuario. Em especial chamou atencao o laboratorio onde gravam em video tudas as acoes que um usuario/cobaia realiza ao trabalhar em um sistema. Agora, o fantastico foi o laboratorio onde trabalham com equipamentos que acompanham os movimentos dos olhos e gravam onde voce olhou e quando tempo voce se fixou em um objeto. Fabuloso!

De volta para o hotel tivemos uma recepcao para os Java Champions, pois tem uns dez aqui, sendo dois do Brasil :-) Fiquei um pouco e sai ‘a francesa, pois tinha um jantar em San Bruno com o pessoal da america latina do grupo de usuarios Oracle. Pessoal muito divertido, alem de tres brasileiros, argentino, costa riquenho, colombinos e uruguaios. Tudo bem latino e barulhento. Os gringos que passavam nos olhavam espantados e depois fingiam que não nos viam. Mais divertido ainda.

Cama, pois amanha e’ o ultimo dia e tem surpresa.
/** Lista discussão do DFJUG e JEDI no www.grupos.com.br/grupos/dfjug ***/

__| DFJUG alcancou a marca de 1000 seguidores no Twitter |__
Temos boa noticia para celebrar. O DFJUG alcancou a marca de 1000 seguidores no Twitter

O coordenador Paulo Henrique Medeiros, respondavel pelo DFJUG Twitter disse : Tenho uma boa notícia, atingimos a marca de 1000 seguidores no twitter.

Dados dos ganhadores de Dezembro:

Ganhadora do Livro “Desenvolvimento de Aplicações Android” (patrocinado pela Caelum)

Nome: Jéssica Lima Reis
Twitter: @jessicalrs

Depoimento:

Qual a importancia do prêmio?
Creio que o prêmio me dará base para construir e aplicar inovações na área. Sou administradora de empresa , curiosa em Tecnologia da informação, com isso venho aperfeiçoando meus conhecimentos e o livro desenvolvimento de Aplicações Android será mais um motivo para adquirir maiores informações e aplicá-la na minha vida.

Por que segue o DFJUG no Twitter, o que a motivou?
Primeiramente foi o sorteio..rs. brincadeiras a parte apesar do grupo ser do DF e eu ser do RJ o twitter do DFJUG tem dica, boletins e onde há esse espaço para troca de informações de informações.

O que você acha do apoio da Caelum?
Essencial. Qualquer apoio para o progresso é sempre bem vindo.Essa iniciativa de apoiar um projeto como do DFJUG só tem a gerar grandes conquistas.
/***/

Ganhador do Livro “Spring em Ação – Craig Walls” (patrocinado pela caelum)

Nome: Gilberto de Araujo Azevedo
Twitter: @plizinho

Depoimento:

Qual a importancia do prêmio?
Muito importante, eu sou um aprendiz ainda na arte do Java, mas esse livro vai me ajudar muito, é sobre algo que realmente eu buscava aprender melhor (Spring), e com certeza agora não tenho mais desculpas de não aprender a respeito.

Por que segue o DFJUG no Twitter, o que o motivou?
Depois que fiquei sabendo que o DFJUG tinha feito o twitter (através do meu primo) comecei a seguir, e vi que estavam sorteando livros, então resolvi arriscar. E sigo tbm em busca de saber sobre palestras e cursos do DFJUG, pois me interesso por isso.

O que você acha do apoio da Caelum?
Acho muito importante, pois, pelo que sei, os curso da Caelum são ótimos, todos que já fizeram curso lá me aconselham a fazer tambem. Esse apoio com certeza pode ajudar e muito, não só o DFJUG, mas tambem a todos o membros e usuarios do site e dos cursos.
/***/

Ganhadora do Livro “Aplicando Lógica Orientada a Objetos em Java 2ª Ed” (patrocinado pela VisualBooks)

Nome: Anne Caroline de Freitas Silva
Twitter: @anne_cf

Depoimento:

Qual a importancia do prêmio?
O livro será de grande ajuda no progresso de minha formação de Java User.

Por que segue o DFJUG no Twitter, o que a motivou?
Sigo o DFJUG no twitter para ter acesso as suas informações e boletins de maneira que possa compartilhar (que é um propósito do DFJUG) para meus seguidores, onde vários são estudantes e profissionais de TI.

O que você acha do apoio da Visual Books?
O apoio da Visual é muito importante para o DFJUG e seus membros, pois através de suas ações e doações, ela fortalece o DFJUG mantendo-o sempre em atividade, participações e debates.
/***/

Dados dos ganhadores de Novembro:

Ganhadora do Livro “JMS – Java Message Service – Teoria e Prática” (patrocinado pela VisualBooks)

Nome: Laryssa Zabulon Feijó
Email: laryssafeijo@hotmail.com

Depoimento:

Qual a importancia do prêmio?
Alem de saber que eu tenho sorte.. minha irmã faz computação e eu vou presentea-la com esse livro! =D

Por que segue o DFJUG no Twitter, o que o motivou?
Pelas informações, pelos sorteios, e segui por amigos em comum!

O que vc acha do apoio da Visual Books?
Muuuito bom!
/***/

Parabens pelo belo trabalho PH (Paulo Henrique Medeiros) esta e’ definitivamente uma vitoria que deve ser festejada pois e’ o resultado do SEU esforco.
/** Lista discussão do DFJUG e JEDI no www.grupos.com.br/grupos/dfjug ***/

__| Desistencia |__
Caso voce nao queira mais continuar recebendo este informativo envie um e-mail para daniel@dfjug.org, e digite no campo Assunto (Subject) a palavra RETIRAR. Para informacoes adicionais acesse www.grupos.com.br/group/dfjug. Obrigado.
/** Lista discussão do DFJUG e JEDI no www.grupos.com.br/grupos/dfjug ***/

Sempre e importante ressaltar que o DFJUG e’ patrocinado pelo Instituto CTS – www.cts.org.br, que nos fornece todo o apoio logístico, administrativo e jurídico que nosso grupo necessita para realizar seus projetos tecno/sociais. Abraços a todos e bons códigos !!!

Daniel deOliveira
JUG Leader / Founding Java Champion
Brasília Java Users Group
daniel@dfjug.org
www.dfjug.org
Brasil